top of page

Dossiê Carlos Drummond de Andrade - 120 anos

Atualizado: 29 de dez. de 2022

Organização: Mário Alex Rosa. Apresentação: Anelito de Oliveira.



O poeta Carlos Drummond de Andrade completou 120 anos de nascimento em 2022. Nasceu em 31 de outubro de 1902 na Cidade de Itabira, Estado de Minas Gerais, e morreu em 17 de agosto de 1987 na Cidade do Rio de Janeiro, Estado do Rio de Janeiro. Seu lugar de poeta central do século XX no Brasil é unanimemente reconhecido, bem como o é a sua potência universal. Drummond exprimiu invariáveis humanas, eternas, ao plasmar as efemérides locais sem mistificações, ao seu modo “gauche”. Sua obra, por isso mesmo, constitui referência fundamental para a compreensão de questões humanas diversas que precedem e transcendem o século XX, da modernização ao antropoceno. Seu vínculo com a poética Simbolista é evidente – Alphonsus, Baudelaire, Nobre, Valéry, Rilke etc -, fonte de seu sentimento prismático da máquina do mundo. Com este Dossiê, organizado pelo poeta mineiro Mário Alex Rosa, Sphera presta a devida homenagem à memória do imenso CDA. Conteúdo:

Anotações para um Jovem Leitor

O efeito da ruína em Drummond: uma leitura de "Resíduo" Ruína e utopia em um poema de Drummond História e sociedade no relato poético de Drummond Conversa com a modernidade: Drummond com Alvim, o tempo e uma exasperação frágil Carlos Drummond de Andrade e César Vallejo: corpo, erotismo e modernidade

60 visualizações0 comentário

Posts Relacionados

Ver tudo
bottom of page